Pesquisa de Mestrado realizada na FCMSCSP desenvolve protótipo de aplicativo para cuidados vocais

A evolução tecnológica na área da saúde, caracterizada pelo desenvolvimento constante de novas técnicas e produtos, reflete no aumento da qualidade de vida da população. Mais especificamente, a tecnologia móvel apresenta um aumento de recursos para os profissionais da saúde e para os pacientes.

Paula Lavaisséri

Paula Lavaisséri

Aplicativos podem representar mudanças de comportamento, promovendo o bem-estar e facilitando o controle de doenças. Por essa razão, a pesquisadora Paula Lavaissiéri desenvolveu o aplicativo Q-Voz, fruto de sua dissertação de Mestrado “Cuidados vocais: protótipo de aplicativo para dispositivos móveis”, orientada pelo Prof. Dr. Paulo Eduardo Damasceno Melo, no Programa de Mestrado Profissional em Saúde da Comunicação Humana da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo.

“A tecnologia móvel é atrativa e presente em tempo quase integral na rotina de grande parte da população. Por isso, consideramos que um aplicativo como instrumento para o processo de terapia fonoaudiológica vocal, que envolve técnicas para adequação do sistema vocal e mudanças relacionadas aos fatores que causam e contribuem para a manutenção da disfonia, possa facilitar as escolhas saudáveis relacionadas à voz por parte do paciente”, afirma a mestra Paula Lavaissiéri.

O aplicativo Q-Voz oferece ferramentas para a organização pessoal, gerenciamento da reabilitação vocal e material informativo sobre os cuidados relacionados: agenda de técnicas e hábitos vocais, gravador de voz, câmera de vídeo, temporizador, bloco de anotações, gráficos e premiações virtuais pelo desempenho, informativo sobre cuidados vocais e manual de instruções. O app deve ser instalado no smartphone do paciente e configurado pelo fonoaudiólogo nas sessões terapêuticas, com base em suas necessidades pessoais.

Q-Voz App“Nós desenvolvemos o protótipo do aplicativo Q-Voz para teste por profissionais da área. Até o momento, o produto não está disponível para ser baixado para os pacientes, mas daremos continuidade ao estudo para disponibilizá-lo como ferramenta auxiliar ao processo terapêutico de pacientes disfônicos”, finaliza a pesquisadora.

Texto originalmente publicado no boletim Conectar, edição 81, em 26/1/2016. Assine nossa newsletter: www.fcmsantacasasp.edu.br.

Saúde Coletiva: FCMSCSP oferece programas de mestrado profissional e acadêmico

Mestrado_Saude_Coletiva_FCMSCSPAs inscrições para o Mestrado Profissional em Saúde Coletiva e Mestrado Acadêmico em Saúde Coletiva da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo estarão abertas em breve.

Coordenados pela Prof.ª Dra. Maria Amélia Veras, os programas têm como objetivo preparar os profissionais de saúde pública para a utilização da investigação científica como ferramenta para o aprimoramento do trabalho, buscando desenvolver a capacidade de análise dos alunos para a condução de pesquisas no campo da Saúde Coletiva.

Saiba mais sobre os programas de Pós-graduação Stricto Sensu e registre seu interesse:

Fonoaudiologia da Faculdade Santa Casa de São Paulo recebe a Dra. Regine Kolinsky

Dra. Regine Kolinsky e Dra. Ana Luiza Navas

Dra. Regine Kolinsky (Universite Libre de Bruxelles) e Dra. Ana Luiza Navas (diretora do curso de Graduação em Fonoaudiologia da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo)

A Diretoria do Curso de Graduação em Fonoaudiologia recebeu, esta semana, a visita da Dra. Regine Kolinsky da Université Libre de Bruxelles às instalações da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo. Recepcionada pela Dra. Ana Luiza Navas, em 10/6, a Dra. Regine esteve nestes três dias em reuniões internas para a discussão de um projeto em colaboração (Bélgica-Brasil).

No sábado, dia 13, a convidada conduzirá o curso “O impacto da aprendizagem da leitura no cérebro e processamento cognitivo”, tendo, entre outros convidados, alunos do Mestrado Profissional em Saúde da Comunicação Humana da FCMSCSP, organizador do encontro, com o apoio do Grupo de Pesquisa Linguagem e Cognição da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da Universidade de São Paulo (USP).

Mestrado Profissional em Saúde da Comunicação Humana da FCMSCSP: a primeira defesa

Aconteceu na manhã desta sexta-feira, dia 17/4, a primeira defesa do Mestrado Profissional em Saúde da Comunicação Humana da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, um programa de pós-graduação stricto sensu coordenado pela Dra. Katia de Almeida.
 
“Recomendações para publicação científica em Saúde da Comunicação Humana”, sob a orientação da Dra. Ana Luiza Navas, foi o tema da dissertação apresentada pela aluna Érica de Cássia Ferraz.
 
Participaram da banca o Dr. Osmar Mesquita de Sousa Neto, professor adjunto de Otorrinolaringologia do curso de Graduação em Medicina da FCMSCSP, a Dra. Juliana Perina Gândara, professora do HCFMUSP, e a orientadora, Dra. Ana Luiza, também diretora do curso de Graduação em Fonoaudiologia da FCMSCSP.
 
O Mestrado Profissional em Saúde da Comunicação Humana tem como principais objetivos preparar profissionais de saúde para a utilização da investigação científica como ferramenta no aprimoramento do trabalho e qualificá-los para desenvolver e conhecer métodos e técnicas inovadoras com aplicabilidade em equipamentos de saúde, na perspectiva da prevenção e tratamento nas áreas que envolvam a comunicação humana.
 
Conheça mais sobre o programa: confira aqui.
Érica de Cássia Ferraz e Dra. Ana Luiza Navas

Érica de Cássia Ferraz e Dra. Ana Luiza Navas

Saúde da Comunicação Humana: programa de mestrado profissional pioneiro no Estado de São Paulo

Para mais informações, clique aqui.
Mestrado Profissional Saúde da Comunicação Humana Faculdade Santa Casa de SP

Mestrado e Doutorado na Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo: inscrições até 7 de outubro

Mestrado e Doutorado em Ciências da Saúde e Pesquisa em Cirurgia da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São PauloOferecido nos níveis Mestrado e Doutorado, o programa  em Ciências da Saúde da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (FCMSCSP) visa à formação com excelência nas diversas áreas da Saúde. O aluno estará capacitado a exercer a docência em graduação e pós-graduação e a integrar ou criar novas linhas de pesquisa nas diversas áreas das Ciências da Saúde.

Já o programa em Pesquisa em Cirurgia, também oferecido nos níveis de Mestrado e Doutorado, abrange a multiprofissionalidade envolvida no âmbito das diversas especialidades cirúrgicas, por intermédio de investigações clínicas ou experimentais, sendo inter e transdisciplinar e com estímulo à interinstitucionalidade.

Para conhecer mais sobre os programas oferecidos pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, clique aqui.

Bolsas institucionais
Programas de mestrado e doutorado contam com oportunidades de bolsas. Consulte o edital e solicite mais informações sobre a disponibilidade de bolsas para os cursos atualmente ofertados e quais as condições.

Em 2013, Faculdade Santa Casa de São Paulo inicia Mestrado Profissional em Saúde da Comunicação Humana

A Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo avança em sua missão de proporcionar capacitação acadêmica de excelência na área da saúde e apresenta o Mestrado Profissional em Saúde da Comunicação Humana. Aprovado pela Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior), o novo programa é voltado a fonoaudiólogos, pedagogos, psicólogos e interessados nos processos e distúrbios da comunicação humana.

O curso visa capacitar os profissionais a aprimorar e desenvolver serviços que incorporem inovação tecnológica, com habilidades e competências reflexivas, a partir da produção de conhecimento na área da comunicação humana e de seus processos, o que ocorre por meio da capacidade de utilizar evidências e metodologias investigativas científicas.

Dra. Kátia de Almeida - FonoaudiologiaDe acordo com a Dra. Kátia de Almeida, coordenadora do mestrado e vice-diretora da graduação em Fonoaudiologia da Faculdade Santa Casa de São Paulo, o curso é o primeiro do Estado de São Paulo nesta área. “A aprovação desse programa pela Capes mostra o nosso amadurecimento acadêmico, já que o mesmo grupo de professores da graduação, cujo curso de Fonoaudiologia completou 10 anos em 2012, também participou da estruturação deste mestrado. Nosso objetivo é formar profissionais interessados em atuar no mercado de trabalho”, afirma.

Segundo a Dra. Kátia, o curso propiciará aos alunos ferramentas para que possam melhorar suas práticas profissionais. “Abordaremos durante as aulas questões relacionadas à linguagem, audição, saúde coletiva dirigida à comunicação humana, e aspectos ligados à fala e voz”, complementa.

O Mestrado Profissional em Saúde da Comunicação Humana terá início em março de 2013. As inscrições [estão disponíveis até 8/2/2013] no site www.fcmsantacasasp.edu.br.

Texto originalmente publicado no boletim Conectar, edição 6, em 13/11/2012. Assine nossa newsletter:http://www.fcmsantacasasp.edu.br. […] informação atualizada em 30/1/2013.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 46 outros seguidores